A importância do planejamento estratégico para o varejo

O planejamento estratégico no varejo contribui para que os processos internos e fluxos de trabalho funcionem de maneira sistêmica, incentivando uma execução eficiente, por isso, é cada vez mais fundamental utilizar este recurso no setor.

A sua essencialidade é uma das consequências da rápida transformação digital neste setor, como o crescimento do omnichannel, onde o varejo se dissemina em mais de um canal. Neste caso, é fundamental planejar-se para conter os percalços do novo desafio.

E, para isso, cada setor da cadeia logística da indústria varejista deve realizar o planejamento estratégico para que cada um dos processos seja bem mapeado e o fluxo da cadeia de suprimentos bem controlado, a fim de evitar problemas. 

Por isso, neste artigo explicamos mais sobre o que é planejamento estratégico no varejo, a importância da tecnologia neste setor e como expandir seu negócio através desses dois fatores.

Planejamento estratégico no varejo

Primeiramente, o planejamento estratégico, nada mais é que o conjunto de ações que uma corporação utiliza para traçar uma estratégia para alcançar seus objetivos. 

De forma geral, a empresa analisa a situação atual e faz uma projeção do futuro, que neste caso significa como ela deseja estar daqui a alguns anos.

Com essa visão de longo prazo, é possível entender quais as mudanças que precisam ser feitas para ajudar a corporação a manter a competitividade no mercado. 

Dessa forma, podemos dizer que o planejamento estratégico funciona como um guia para as empresas. Primeiro, é preciso saber onde se quer chegar e então calcular a rota para o destino.

Mesmo assim, a definição ainda não dá conta de explicar toda a complexidade do que é essa estratégia. É preciso avaliar quais ferramentas serão usadas para gerenciar a sua empresa, aliás, as metodologias de gestão podem ser grandes aliadas.

No caso do varejo, por exemplo, o planejamento estratégico serve de parâmetro para avaliação das métricas de desempenho do negócio. Além disso, serve como um primeiro passo para realizar melhorias e novas implementações nas empresas.

Afinal, através da definição de objetivos, metas, valores, missão, KPIs e outros dados que estão presentes no mapeamento do planejamento estratégico é possível utilizar as informações valiosas para novos planos de ação.

Além disso, a coleta de dados proporcionada por essa estratégia é essencial para fazer uma gestão preventiva, algo essencial para diversos setores e, principalmente, o varejo.

Isso porque, se setores como o de suprimentos impactam diretamente no funcionamento da linha de produção. Quando mal projetado, as consequências danosas acontecem em cadeia, prejudicando linha de produção, logística e consumidores finais.

Ao manter os processos integrados e transparentes, com gerenciamento constante, é possível ter uma gestão com foco na prevenção de falhas, mitigando possíveis prejuízos e a incidência de erros.

Tecnologia aliada ao planejamento estratégico  

Quando falamos de processos, podemos citar a transformação digital como grande aliada dos gestores, afinal, ela apresentou uma possibilidade que possibilita que várias frentes industriais e varejistas se diferenciam no mercado: a automatização.

E, ao falar de automatização, não nos limitamos aos processos fabris que otimizam o tempo de produção, a tecnologia no varejo vai muito além! 

Por saber que o setor depende grandemente de uma integração de áreas para funcionar corretamente, a tecnologia passou a otimizar esses processos internos e fazer com que o varejo opere com mais conhecimento.

Além deste ponto, há algo essencial: a confiabilidade dessas informações supracitadas. Com planilhas, por exemplo, aumenta-se o risco de erros e força a redigitação de dados, tornando os processos repetitivos e desperdiçando esforços.

Como sabemos disso? Uma pesquisa realizada pela,  levantou que cerca de 30% do tempo gasto na operação são apenas para compilar informações, atividade que pode ser automatizada por ferramentas tecnológicas.

A boa notícia é que o varejo tem aliados à gestão inteligente, principalmente, das informações das operações de importação e exportação, que são vitais para o setor. Além disso, as tecnologias que permitem a segurança e integridade dessas informações evoluem continuamente para auxiliar o setor. 

Outra tecnologia que vem crescendo entre os players do varejo são os sistemas de gestão facilitada que são capazes de fazer integração com ERPs. Além disso, os softwares gerenciadores de rotina também carregam grandes resultados quando aplicados.

Desta forma, os gestores do setor do varejo conseguem atuar com mais segurança e previsibilidade, reforçando conceitos importantes do planejamento estratégico. Além de poderem, através da visão sistêmica e planos de ação, evitar situações graves que geram prejuízos, como rupturas de estoque e demurrage.

Como a Dayway pode ajudar com planejamento estratégico no setor de varejo

Somos uma solução digital que une tecnologia e os 40 anos de experiência da maior consultoria de Gestão da América Latina, a Falconi, para facilitar o gerenciamento de rotina de empresas de todo porte e segmento, a fim de otimizar ainda mais os resultados. 

Nós aplicamos todas as metodologias de gestão, de maneira simplificada, por meio de um aplicativo intuitivo e acessível, permitindo a criação de checklists personalizados, com coleta e análise de dados para gerar tomadas de decisões cada vez mais assertivas através do nosso plano de ação. 

Geramos ainda mais produtividade para a rotina dos seus colaboradores, além de ser a ferramenta perfeita para promover melhoria contínua dentro do varejo.  

Quer saber mais? Entre em contato com nosso time de especialistas!

Conteúdos recomendados

  • app checklist
    Continue lendo
  • Padronização de processos
    Continue lendo
  • Conheça o Lean Manufacturing
    Continue lendo